30
out
09

Tatuagem não muda caráter

Sempre fui fascinada por tatuagens. Sempre quiz fazer. Em agosto deste ano, tomei coragem e fiz minha primeira tatuagem: uma clave de sol no pulso direito, medindo cerca de 2,5 cm. Minha tatuagem me inspirou a fazer a seguinte matéria publicada no Caderno Inclusive da Folha Popular:

.

Tatuagem não muda caráter

arquivo Fernando Stoll 5Tatuagem sempre foi e continua sendo um assunto muito debatido. Por muito tempo, era sinônimo de rebeldia e de adolescentes que queriam ser diferentes. Atualmente, a sociedade está muito mais liberal e já é considerado normal expressar pensamentos, sentimentos e idéias através do corpo.

Tatuar é uma das formas de modificação do corpo mais conhecidas e cultuadas do mundo. Também referida como tattoo, a tatuagem é uma dermopigmentação, onde “dermo” é igual a pele e “pigmentação” é relativo ao ato de pigmentar, ou colorir. Tecnicamente, é uma aplicação subcutânea obtida através da introdução de pigmentos por agulhas.

.

Desde os primórdios

Algumas teorias

explicam que a tatuagem era utilizada para identificar tribos, ganhar status ou proteger-se contra maus espíritos. A arqueologia afirma que há indícios de que tatuagens foram feitas entre 4000 e 2000 a.C. Segundo arqueólogos, Egípcios, nativos da Polinésia, Filipinas, Indonésia e Nova Zelândia tatuavam-se em rituais ligados a religião. Porém, a Igreja Católica baniu, na Idade Média, a tatuagem na Europa. Em 787 o Papa proibiu o ato de tatuar com a intenção de ocultar antigas culturas e costumes. A tatuagem acabou sendo considerada como uma prática demoníaca.

.

Recente no Brasil

No Brasil, a tatuagem elétrica é uma arte muito recente. Surgiu em meados dos anos 60, na cidade de Santos, introduzida pelo dinamarquês conhecido como Lucky Tattoo. Sua loja era próximo ao cais, onde, na época era um ponto de boemia e prostituição. Tal fato contribuiu para que houvesse a disseminação de preconceitos e discriminações, gerando um estigma de arte marginal que perdurou por décadas. Hoje em dia, graças a circulação da informação, a tatuagem vem atingindo a todas as camadas das populações brasileiras sem distinções.

.

O resultado depende se alguns fatores

arquivo Fernando Stoll 6Existem alguns aspectos que devem ser considerados para que o resultado da tatuagem seja positivo. A qualidade da tinta deve ser observada. Algumas tintas podem gerar alergia, dependendo do tipo de pele. O tipo de pele e o local também determinam a qualidade da tatuagem. Algumas pessoas incorporam mais a tinta, e outras a eliminam.

É indispensável seguir à risca as recomendações do profissional que aplicou a tatuagem, pois a maior parte dos incidentes ocorrem durante o processo de cicatrização. Além disso, o principal responsável pela qualidade da tatuagem é o profissional. Para o designer e tatuador profissional há 9 anos, Fernando Stoll, mais conhecido como Godíco, de Lajeado, existe o risco de a pessoa não saber escolher um bom profissional e um estúdio qualificado. “Sempre que for a um estúdio peça para ver as fotos dos trabalhos e desenhos do tatuador antes de tatuar”, adverte Godíco.

O número de tatuadores profissionais e estúdios especializados vem crescendo na região. Porém ainda existem tatuadores caseiros. Para Godíco, não há nada que vá contra os estúdios caseiros, “desde que o tatuador saiba fazer um bom trabalho e que tenha higiene, material descartável e esterilizado.”

.

Bate papo com Godíco

O que te levou a ter vontade de tatuar?

“Sempre admirei a arte da tatuagem, desde muito novo. Comprava revistas e acompanhava e analisava os trabalhos. Gostava tanto que minha primeira tatuagem fiz com 14 anos.”

Como foi tatuar pela primeira vez?

“Foi uma experiência inesquecível, pois tatuei em mim mesmo, na minha coxa. Fiquei nervoso, mas no final fiquei satisfeito.”

Qual a tatua

gem mais estranha que já fizeste?

“Nunca fiz nada que eu considere muito estranho. Tatuagem depende muito do gosto de cada pessoa. O que para uns é estranho, para outros pode ser bonito.”

O que deve ser levado em conta antes de tomar a decisão de tatuar?

“Deve-se pensar no futuro, o que o desenho representa para a pessoa e se a tatuagem não causará incômodo em relação ao emprego, dependendo do local tatuado.”

Ainda existe preconceito?

“Infelizmente ainda existe preconceito. Mas já diminuiu bastante.

Eu já passei por constrangimentos por causa das minha tatuagens e quero dizer que tatuagem não muda o caráter de ninguém!”

Já tiveste algum problema com pais de adolescentes que se tatuaram contigo?

“Não. Quando faço tatuagem sempre solicito a apresentação da identidade. Para tatuar menores de 18 anos sempre exijo a presença dos pais ou responsáveis. Além disso, arquivo uma autorização por escrito, para evitar futuros problemas.”

.

Freqüente entre jovens

Tirada por Camila Diesel

Segundo Godíco, pessoas de todas as classes sociais e de todas as idades tem procurado seu trabalho. Muitas pessoas, em sua maioria jovens, da nossa região tem aderido à esse ato de tatuar. É o caso de Pâmela de souza, de 22 anos, industriária, moradora do Bairro Teutônia. Pâmela tem duas tatuagens e fez ambas em abril deste ano. Desde os seus 14 anos havia a pretensão de tatuar, “queria fazer uma tatuagem atrás da orelha. Pensei em muitas coisas como estrelas, borboletinhas. Porém era muito manjado e queria algo com significado! Como sou muito supersticiosa decidi pela pimentinha, que para mim é uma proteção contra o mau olhado e inveja.” Pâmela pretende ainda fazer mais três tatuagens: “sempre me falavam que fazer tatuagem virava vicio. Não acreditava até começar! Acho lindo.” Questionada sobre fazer tatuagens em homenagem à alguém, Pâmela revelou que pretende, futuramente, homenagear seu pai através de uma tatuagem, “que merece muito! Acho bacana quando se diz respeito à alguem da família. Pois o laço de amor e sangue é eterno, portanto não é algo que poderá gerar algum arrependimento futuramente.”

O morador do bairro Canabarro, Werner Dupont, de 23 anos, acha “tatuagem interessante, porque, na maioria das vezes, ela expressa algo relacionado à religião, amor, família. Atualmente, tatuagem deixou de ser algo considerado apenas de uso de pessoas ‘sem moral’. Hoje se vê até pessoas com mais idade fazendo tatuagem sem ter medo do que os outros vão pensar. Eu ainda não tenho, mas tenho vontade de fazer. Não tenho pressa, pois não é uma prioridade nesse momento. Penso que para fazer uma tatuagem é preciso ter uma inspiração ou algo que traga uma boa recordação. Eu me tatuaria homenageando família, esposa, filhos e time. São coisas mais concretas que, apesar do tempo, não mudam. Bandas, personagens e outros são coisas passageiras, que mudam constantemente.” Werner acredita que o mercado de trabalho fecha portas para pessoas tatuadas, “existem algumas empresas que, no processo de seleção, pedem em seu questionário se o candidato possui ou não tatuagem. Pessoas que possuem tatuagem, em lugares visíveis, são muitas vezes excluídas na busca de uma vaga de emprego. Algumas empresas, permitem, desde que seja em lugar não visível.” Para ele, ainda existe preconceito da sociedade, “em âmbito geral, pois as pessoas, ainda que estejam se acostumando com a idéia das pessoas se tatuarem, olham a tatuagem como algo dispensável, sem sentido e um ato de rebeldia.”

Fábio e MariExiste muita história por trás dos desenhos gravados permanentemente. Os namorados Mariana Lodi, de 20 anos, e Fábio Samuel da Silva de 19, tatuaram em seus pulsos a palavra Amor. “Antes de fazermos a tatuagem procuramos algo que transmitisse o que estávamos sentindo. Queríamos que fosse alguma coisa que nos ligasse sempre, não tatuando nomes mas algo que ficasse sempre como uma aliança entre nós. Já faz um tempo que nos tatuamos e não há nem sombra de arrependimento. Acreditamos que esse é um tempo bom que, com certeza, ficará marcado não só em lembranças mas tatuado também.”, nos contou o casal. Para eles, a sociedade ainda é preconceituosa em relação à tatuagens, mas está mudando: “existem pessoas que tem preconceito, sim. Mas é cada vez menor esse número. Felizmente, as pessoas estão mudando seus conceitos.”

Alguns casais fazem tatuagens idênticas mas que apenas os dois entendem o significado. Algumas pessoas preferem fazer uma homenagem sem menção alguma ao amor. É o caso de um casal de namorados de Canabarro: “tatuamos o mesmo símbolo no mesmo local. Não tem nada que lembre os nosso nomes, ou que tenha relação com o amor, mas a gente sabe que essa tatuagem é um marco do que existe entre nós. Se um dia, a nossa relação terminar, vamos nos lembrar pra sempre de que a tatuagem é uma espécie de símbolo do nosso amor, mas, provavelmente não haverá o arrependimento. Até porque é uma tatuagem comum e só se tornou incomum porque nós fizemos ao mesmo tempo e num momento muito bacana. Acho legal fazer tatuagens assim, mas nunca tatuaria o nome, ou a imagem de alguém. Tatuagem é pra sempre. E as relações podem não ser.”

.

Existe reversão?

“Fiz uma tatuagem / Quando no auge de uma louca paixão / Escrevi na coragem / Seu nome no peito sobre o meu coração / Você foi embora, a tatuagem não / Então agora / É melhor tatuar no lugar // Que tal uma tribal / Super bacana / Não vai deixar sinal / De que você foi um belo sacana // Quando a gente gama / Tudo são flores, amores e blá blá blá / Quando vira um drama / Então é um chora pra lá e chora pra cá / Mas foi embora e a tatuagem não / Então agora / É melhor tatuar no lugar // Que tal uma tribal (…)”

A música a cima é da cantora e compositora Rita Lee. A letra retrata a realidade de inúmeras pessoas. Tatuagem não sai com água e sabão. E se, depois de tatuar o nome de alguém, bate aquele arrependimento?arquivo Fernando Stoll 3

Atualmente existem técnicas mecânicas e cirúrgicas para reverter a tatuagem. Os métodos mais modernos buscam diminuir a dor e eliminar as cicatrizes dos processos de remoção. O problema de se tentar remover uma tatuagem é que, dependendo do caso, mesmo as técnicas de remoção atuais, podem deixar cicatrizes e variações de cor sobre a pele. Além disso, os processos de remoção tem um alto custo. Apagar uma tatuagem que custou 100 reais pode custar dez vezes mais.

.

5 formas de remoção

1. O Q-Switched Laser Ruby emite uma luz que quebra a tinta em pedaços microscópicos. Os glóbulos brancos do organismo se encarregam de destruí-los. Um tiro de laser de rubi atinge uma circunferência de 6,5 milímetros de diâmetro e parece um beliscão. Apenas 10% dos pacientes precisam de anestesia local. A pele cria uma crosta fina que se solta. Um mês depois, a tatuagem desbota.

2. O Photoderm PL é um sistema computadorizado que analisa o tipo de pele do paciente e fornece ao médico combinações de ondas de luz. A aplicação é um flash que também destrói o pigmento. A sensação é de um jato de água muito forte. A vantagem sobre o laser de rubi é que atinge uma área maior, 10 centímetros quadrados.

3. A injeção intradermal de ácido titânico ou ácido tricloroacético dissolve, mas não destrói todos os pigmentos. Na pele muito clara e sensível, o local fica manchado.

4. A técnica mecânica da salabrasão, ou dermoabrasão, machuca muito. O médico lixa a pele com sal grosso até a tatuagem sumir. Além de doer, deixa cicatrizes e resíduos de pigmento.

5. Na cirurgia plástica com expansão, uma bolsa de silicone é colocada sob a pele e, com o tempo, estica a área tatuada. Depois, a porção pintada é cortada. Sobra uma cicatriz.

.

Uma opção

Existe uma opção para as pessoas que temem a tatuagem permanente: a tatuagem de Henna, que dura de uma a duas semanas. A henna ainda é uma boa opção para menores de idade. Além disso, pode ser uma maneira de “ensaiar” uma tatuagem definitiva, para se acostumar com o desenho.

.

Cuidados pós tatuagem

Confira a baixo as dicas de Godíco em relação aos cuidados que se deve ter após tatuar:

Passar pomada cicatrizante três vezes ao dia, durante 15 dias;

Lavar sempre com água, removendo secreções;

Cobrir a tatuagem com plástico filme durante os quatro primeiros dias;

Não tomar banho de imersão (piscina, mar, rio), banho de sol ou se submeter a bronzeamento artificial durante o período de cicatrização;

Não coçar, nem arrancar as casquinhas que surgem devido a cicatrização;

Depois da cicatrização, é fundamental cuidar bem da tatuagem, aplicando creme hidratante e usando protetor solar quando ficar exposto ao sol.

Anúncios

10 Responses to “Tatuagem não muda caráter”


  1. 30 de outubro de 2009 às 13:47

    Grande reportagem.
    Dá pra fazer assinatura?

  2. 2 de janeiro de 2010 às 02:47

    tenho duas tatuagens?

    muita gente ja me falarão que não devemos ter tatuagen em par tem que ser impar,porque! sera mito.

  3. 28 de abril de 2010 às 12:37

    OOOI eu tenho 13 anos e eu qria fazer uma tatto no pulso e talll com 2 borboletinhas super meiguinhas só que meu namorado disse que se eu fizer qnd eu cresce e tal , a tatto vai ficar esticada é possível mesmo ficas assim ?

    • 5 Camila Diesel
      29 de abril de 2010 às 00:54

      Olha, querida… Eu não sou especialista no assunto, mas nada é impossível. Teu corpo ainda está em transformação e tuas idéias também. Eu aconselharia esperar mais um tempinho. Vai que tua cabeça muda… Tatuagem é pra smepre, né?

      Beijo!

  4. 6 Jéh
    26 de junho de 2011 às 15:27

    Muito legal o blog, tenho 5 tatuagens e fiz minha primeira com 11 anos, e nunca me arrependi, hoje em dia ainda existe o preconceito o que é muito ruim pois eu já sofri preconceito dos meus professores na escola.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: