20
mar
13

A Vaca Rebeca e o assobio

Era 7h30 e já era hora de o pedreiro colocar a mão na massa. Nem precisei de despertador naquela manhã. O que me acordou não foi o barulho da betoneira, nem da furadeira, muito menos do picão. Um assobio singelo, aprimorado e com muitos detalhes ultrapassava as paredes. Acordei e por um instante voltei aos meus cinco anos. Aquele som me transportou para uma época tão simples, tão boa e completamente inocente. Lembro que adorava observar a alquimia do cimento. Ouvindo seu assobio, assistia atentamente à mistura do cal, da água e da areia. Como era possível que aquela consistência se tornasse no principal ingrediente para se erguer uma parede? Eu ficava lá. Ao lado dele.

A maioria das pessoas não tem noção da influência que exerce sobre a vida de outras. No caso que divido com vocês, o pedreiro, que realizou inúmeras obras à pedidos da minha mãe, não sabe nem de longe que ele fez parte da minha infância. Ele nem imagina que o som do seu assobio me faz bem. Não sabe. E talvez nunca saiba.

Sem citar a influência direta dos familiares, há outras pessoas que fizeram parte da minha vida e que guardo com muito carinho. Entre elas, a primeira professora. Sempre que vejo a tia Liza nas ruas ou em redes sociais me lembro da sua camiseta com dois elefantes. Lembro como se fosse ontem da festinha de São João, na sala de aula. Mas o que mais me marcou foi um presente que ela me deu: meu primeiro livro. “A Vaca Rebeca” está longe de ser um clássico literário, mas guardo na memória cada frase da obra de Sônia Junqueira. Sério. Eu sei declamar o livro do início ao fim. E que lembrança boa…

E por aí vai. Talvez eu leve comigo para o túmulo a importância que eles, e outros mais, têm na minha história. Talvez seja melhor guardar pra mim, ou dividir com meus leitores, esse gostinho da lembrança.

Anúncios

0 Responses to “A Vaca Rebeca e o assobio”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: